Entregue Prêmio MPT na Escola RS 2017

Cerimônia reuniu público de 300 pessoas, na maioria estudantes; concurso cultural focado no combate ao trabalho infantil foi trabalhado em escolas do ensino fundamental de 17 municípios gaúchos, envolvendo mais de 12 mil estudantes

Clique aqui para acessar no Flickr fotos da cerimônia (autora: Maria Antonia Fiorini / MPT).

     A cerimônia de entrega do 1º Prêmio MPT na Escola RS 2017 foi realizada, na tarde desta segunda-feira (23/10), no auditório do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP/RS), em Porto Alegre. O ato reuniu público de 300 pessoas, na maioria estudantes. O concurso cultural gratuito compõe o Eixo Educação do projeto “Resgate a Infância”, do Ministério Público do Trabalho (MPT), é focado no combate ao trabalho infantil e envolveu mais de 12 mil estudantes. O tema foi trabalhado em escolas do ensino fundamental de 17 municípios gaúchos (Arroio do Tigre, Cachoeirinha, Capão da Canoa, Cidreira, Eldorado do Sul, Gravataí, Ibarama, Imbé, Itati, Nova Santa Rita, Porto Alegre, Sertão Santana, Sapucaia do Sul, Sobradinho, Três Forquilhas, Viamão e Xangri-Lá). O Prêmio recebeu inscrições de trabalho em seis categorias: conto, curta-metragem, esquete teatral, música, desenho e poesia.

Clique aqui para acessar a lista com os nomes dos vencedores e ver os trabalhos premiados.

     A coordenadora nacional da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância) do MPT, procuradora Patrícia de Mello Sanfelici, informa que os trabalhos puderam destacar um ou mais dos aspectos do trabalho infantil, como causas, consequências, formas, cenários, políticas públicas, programas, projetos e ações de prevenção. A abordagem do tema tomou como parâmetro a legislação nacional e internacional que trata da matéria, respeitando-se os princípios da proteção integral e da prioridade absoluta dos direitos da criança e do adolescente. "O Prêmio teve por objetivo fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil, reconhecer e divulgar os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais produzidos pelos alunos, e a dedicação dos educadores envolvidos nas ações de prevenção e combate à violação dos direitos de crianças e adolescentes", afirmou a procuradora.

     Na etapa municipal, cada Secretaria Municipal de Educação fez a seleção dos trabalhos produzidos por suas escolas. Cada Secretaria decidiu se faria a avaliação com ou sem a realização de evento de culminância, bem como se haveria ou não premiação dos melhores trabalhos produzidos pelas escolas. A premiação poderia ser simbólica, facultada a confecção de brindes, placas de homenagem ou medalhas com o logo do prêmio, a critério da Secretaria. O melhor trabalho de cada categoria poderia ser inscrito na fase estadual. E nessa etapa estadual, foram premiados alunos cujos trabalhos obtiveram as três maiores notas em cada categoria, somados os pontos atribuídos pela respectiva subcomissão julgadora. Os primeiros lugares ganharam notebook, os segundos e terceiros conquistaram tabletes, os quartos e quintos lugares receberam diplomas de menção honrosa. Todos levaram medalha de participação.

     As escolas que tiveram seus alunos premiados com o primeiro lugar de cada categoria receberam, também, um notebook cada. Todos trabalhos inscritos na etapa regional do Prêmio MPT na Escola estarão publicados no site do MPT-RS (www.prt4.mpt.mp.br) e os vídeos postados no Canal do MPT no YouTube (https://www.youtube.com/user/MPTnoRS) a partir de quinta-feira.

Cerimônia

     A cerimônia começou com apresentação da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul. A procuradora Patrícia apresentou o projeto e o resumo das etapas da premiação. A poetisa, jornalista, cantora e atriz Elisa Lucinda dos Campos Gomes foi a mestre de cerimônia. O público assistiu clipes com trechos dos trabalhados premiados. As entregas das premiações foram feitas pelos procuradores do MPT Gilson Luiz Laydner de Azevedo (contos) e Martha Kruse (desenho), pelos magistrados do Trabalho Alexandre Corrêa da Cruz (música) e Andrea Saint Pastous Nocchi (esquete teatral), pela promotora de Justiça da Infância e da Juventude de Porto Alegre, Cinara Vianna Dutra Braga (curta-metragem) e pela atriz e professora da Casa Poema, Geovana Pires (poesia).

     Ao final da entrega dos prêmios de cada categoria, um represente de cada uma das escolas cujos alunos venceram o primeiro lugar foram chamados para receber seu prêmio das mãos da procuradora do MPT Enéria Thomasini: Escola Municipal de Ensino Fundamental Nayde Emerim Pereira, de Xangri-Lá (música e esquete teatral), Escola Municipal de Ensino Fundamental Moacyr de Araújo Pires, de Capão da Canoa (conto), Escola Municipal de Ensino Fundamental Doutor Adolfo Sebastiani, de Sobradinho (desenho), Escola Municipal de Ensino Fundamental Campos Salles, de Nova Santa Rita (poesia) e Escola Municipal de Ensino Fundamental Mário Quintana, de Porto Alegre (curta-metragem). A procuradora Patrícia homenageou os 17 municípios participantes, entregando um troféu para cada. A cerimônia terminou com apresentação surpresa do grupo de rap Rafuagi, de Esteio. Entre o público presente, estavam os procuradores do MPT Marlise Souza Fontoura, Rogério Uzun Fleischmann e Bernardo Mata Schuch.

"Prêmio MPT na Escola RS 2017" na Mídia

11/11/2017 - TV Justiça, de Brasília (Prêmio MPT na Escola)
29/10/2017 - jornal Correio do Povo, de Porto Alegre (Prêmio MPT na Escola)
25/10/2017 - site Prefeitura de Porto Alegre, de Porto Alegre (Prêmio MPT na Escola)
25/10/2017 - site Diário de Viamão, de Viamão (Prêmio MPT na Escola)
24/10/2017 - site Correio Rural, de Viamão (Prêmio MPT na Escola)
24/10/2017 - site Rádio Sobradinho, de Sobradinho (Prêmio MPT na Escola)
23/10/2017 - site Prefeitura de Porto Alegre, de Porto Alegre (Prêmio MPT na Escola)
19/10/2017 - TVE, de Porto Alegre (Prêmio MPT na Escola)
12/10/2017 - jornal Diário de Canoas, de Canoas (Prêmio MPT na Escola)
11/10/2017 - site prefeitura de Porto Alegre, de Porto Alegre (Prêmio MPT na Escola)
8/11/2017 - site O Repórter, de Cachoeirinha (Prêmio MPT na Escola)
8/11/2017 - jornal Diário de Cachoeirinha, de Cachoeirinha (Prêmio MPT na Escola)

Organização: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Fotos: Maria Antônia Fiorini (estagiária de Jornalismo)
Texto: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi: (51) 3284-3097 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp
prt04.ascom@mpt.mp.br | www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs

Tags: Outubro

Imprimir