• Procuradorias
  • PRT Porto Alegre
  • Ministério Público do Trabalho e Governo do Estado do Rio Grande do sul reúnem-se para discutir combate ao trabalho escravo

📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Ministério Público do Trabalho e Governo do Estado do Rio Grande do sul reúnem-se para discutir combate ao trabalho escravo

Procurador-geral do trabalho José de Lima Ramos Pereira virá a Porto Alegre nesta quarta-feira, dia 8, e apresentará proposta de acordo de cooperação ao governador Eduardo Leite

José de Lima Ramos Pereira terá audiência com o governador na manhã desta quarta-feira. Foto: Luis Nakajo, Ascom/MPT-RS
José de Lima Ramos Pereira terá audiência com o governador na manhã desta quarta-feira. Foto: Luis Nakajo, Ascom/MPT-RS

     O procurador-geral do trabalho, José de Lima Ramos Pereira, cumpre nesta quarta-feira uma agenda de compromissos em Porto Alegre voltados para colaborações interinstitucionais no combate ao trabalho escravo. O primeiro deles será uma audiência às 9h com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, no Palácio Piratini. O encontro também contará com a presença do presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, Francisco Rossal de Araújo e do juiz auxiliar da presidência do TRT-4, Daniel Souza de Nonohay. As autoridades vão atender a imprensa após o fim do encontro.

     O procurador-geral vai apresentar ao governador proposta de acordo de cooperação entre o Ministério Público do Trabalho e o governo do Estado para executar planos de ação visando à erradicação do trabalho em condições análogas às de escravo e do tráfico de pessoas, bem como à proteção e promoção dos direitos da população mais vulnerável. A audiência também terá a presença dos procuradores-chefes do MPT-BA, Luís Carneiro, e do MPT-RS, Rafael Foresti Pego. Também participarão os procuradores Lucas Santos Fernandes e Franciele D'Ambros, do MPT-RS, e Carolina Ribeiro, do MPT-BA, integrantes do Grupo Especial de Atuação Finalística (GEAF), força-tarefaque reúne procuradoras e procuradores de ambos os Estados para atuar no caso recente dos trabalhadores resgatados em Bento Gonçalves.

     O procurador também tratará do assunto em uma reunião com o procurador-geral de Justiça, Marcelo Lemos Dornelles, às 11h, na sede do Ministério Público do RS.

Tags: Março

Imprimir