📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Abril Verde promove dia de orientação sobre acidentes de trabalho na Capital

Foram distribuídos exemplares do MPT em Quadrinhos referentes à campanha

     Aconteceu nesta terça-feira (30/4), a partir das 8h, no Largo Glênio Peres, em Porto Alegre, ação de informação à população sobre prevenção a acidentes de trabalho, promovida pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS), pela Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) do Ministério da Economia, e demais parceiros. A ação integra a campanha Abril Verde, que busca sensibilizar a sociedade sobre a necessidade de investir na proteção à saúde e à segurança do Trabalho.

      Durante o evento, o Cerest Porto Alegre, em parceria com o Corpo de Bombeiros, realizou demonstrações de segurança em altura em estrutura para escalada, e houve distribuição de material informativo e orientação ao público. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) ofereceu tenda com experiência virtual, voltada à educação para o trânsito. O projeto da equipe de Educação para Mobilidade (CEM) permite uma visão de 360 graus de situações reais do trânsito cotidiano, incluindo momentos de imprudência.

      Os acidentes de trânsito e as quedas em altura estão entre as principais causas de acidentes de trabalho graves na Grande Porto Alegre, de acordo com levantamento do Cerest em parceria com o MPT. Em Porto Alegre, foram identificados 10.948 acidentes de trabalho em 2018, um aumento de 13,19% em relação a 2017. Sobre o perfil dos casos de acidentes graves, 77,44% são trabalhadores do sexo masculino, de 20 a 29 anos. Nos acidentes graves típicos (acidente que ocorre durante a execução do trabalho), os pedreiros e os motofretistas foram os profissionais mais afetados.

     Dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, Smartlab de Trabalho Decente do MPT – Organização Internacional do Trabalho (OIT), demonstram a ocorrência de um acidente de trabalho a cada 48 segundos no país, com uma morte a cada 3 horas. De janeiro de 2018 até 29 de março de 2019, foram mais de 802 mil acidentes de trabalho registrados, resultando em pelo menos 2.995 mortes.

     De 2012 até 29/3 de 2019, o Brasil gastou mais de R$ 80,2 bilhões com benefícios acidentários pagos pela Previdência Social. No período, foram cerca de 368 milhões de dias de trabalho perdidos, por afastamentos decorrentes de acidentes ou doenças do trabalho. Em 24/4, o MPT firmou convênio com a AGU, objetivando responsabilizar empregadores por custos previdenciários de doenças e acidentes fatais de trabalho.

​Resumo da campanha

      Durante o mês, a campanha iluminou de verde pontos famosos em Porto Alegre, como os estádios Arena e Beira-Rio, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT4) e a ponte móvel do Guaíba. Também durante o mês, foi elaborada campanha de prevenção voltada a públicos prioritários da região de Porto Alegre, que deve ser veiculada nas traseiras de ônibus nos próximos meses. Intitulada Chega de Acidentes de Trabalho, a campanha já conta com página no Facebook, e deve se estender inicialmente até o segundo semestre.

      Além disso, o inflável da fita verde, símbolo da campanha, foi instalado em diferentes pontos da cidade: na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), no Hospital de Pronto Socorro (HPS) e no Largo Glênio Peres, durante a ação de orientação popular.

Campanha

      A campanha, de âmbito nacional, busca alertar para a importância da prevenção de adoecimentos e acidentes ocasionados pelo trabalho. Diversos monumentos e fachadas de órgãos estão sendo iluminados de verde pelo país. A campanha conta com a parceria da Organização Internacional do Trabalho (OIT), do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). No Rio Grande do Sul, a campanha conta com a parceria da SIT, da Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), da Empresa Publica de Transporte e Circulação (EPTC), do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho​ (Sinditest), do Senac, da Federação do Comércio de Bens e de Serviços​ (Fecomércio), do Cerest e da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS), vinculadas à Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre.

       O mês de abril foi escolhido para a realização do movimento por conter duas datas importantes para o tema: 7 de abril: Dia Mundial da Saúde e 28 de abril: Dia Internacional em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho.

Clique aqui para seguir a página da campanha no Facebook Chega de Acidentes de Trabalho.

Leia mais:

12/4/2019 - Campanha contra acidentes de trabalho ilumina de verde pontos famosos em Porto Alegre
27/4/2018 - Depois do Abril Verde
26/4/2018 - Empregados de empresas pequenas, trabalhadores autônomos ou sem vínculo formal de emprego têm maiores chances de acidentes fatais, mostra estudo inédito
25/4/2018 - ABRIL VERDE: “O que realmente faz diferença para o produtor é a conscientização de que ele precisa se proteger”, diz presidente do SindiTabaco
24/4/2018 - Prédio do TRT-RS exibe fita verde inflável em alusão à campanha de prevenção de acidentes e doenças do trabalho
23/4/2018 - Levantamento inédito revela tamanho da subnotificação de mortes no trabalho
21/04/2018 - Cem ônibus circulam em Porto Alegre anunciando Abril Verde
19/4/2018 - Segunda cidade gaúcha com mais acidentes e doenças do trabalho ganhou unidade judiciária especializada na matéria
16/4/2018 - TRT-RS e parceiros promovem ação conjunta de alerta sobre doenças e acidentes do trabalho
16/4/2018 - 
Em Novo Hamburgo, terceirização da produção de calçados precariza a segurança do trabalhador
16/4/2018 - Prédios em Porto Alegre recebem iluminação alusiva ao Abril Verde
11/4/2018 - MPT pede apoio do Sport Club Internacional para o Abril Verde
10/4/2018 - Justiça do Trabalho adere à campanha Abril Verde com foco na redução de acidentes laborais

Texto e fotos: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Supervisão: 
Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3284-3086 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp | prt04.ascom@mpt.mp.br

Tags: Maio

Imprimir