📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Procurador palestra no 1º Congresso Nacional de Ergonomia

Convite para Ricardo Garcia participar no evento online e gratuito teve origem na repercussão nacional da força-tarefa gaúcha dos frigoríficos; fisioterapeuta Carine Benedet, que assessora o MPT, também palestrou

     O procurador Ricardo Garcia, coordenador estadual do Projeto do Ministério Público do Trabalho (MPT) de Adequação das Condições de Saúde e Segurança do Trabalho nos Frigoríficos, palestrou, no sábado (20/8), no 1º Congresso Nacional de Ergonomia (Conergo). O evento online e gratuito teve como tema "Integrando a Ergonomia na Gestão de Saúde e Segurança das Empresas (Abordagem Multidisciplinar)" e foi realizado de segunda-feira (15) até este domingo (21). O convite para participação do procurador no Conergo teve origem na repercussão nacional da força-tarefa gaúcha dos frigoríficos. Foram 2.700 incrições de 5 países, inclusive da Europa.

     "O papel que a Ergonomia pode Desempenhar no Processo de Humanização do Trabalho" foi o tema da palestra. Ricardo (lotado em Caxias do Sul) informou que "atualmente, coordeno o projeto de adequação do ambiente de trabalho em frigoríficos no RS, que se originou na Serra gaúcha, em 2006, e se expandiu para o Estado. Nesse projeto, uma das principais preocupações tem sido a ergonomia, daí meu interesse e visão do processo produtivo a partir dos princípios ergonômicos". O procurador ressaltou, ainda que "o grande sucesso da força-tarefa está modificando o ambiente nos frigoríficos e, em especial, em ergonomia, que era, é e continua sendo um dos principais problemas encontrados em frigoríficos.O quadro ainda está em transformação. Mas o Rio Grande do Sul, atualmente, é referência em ergonomia em razão da força-tarefa na área de frigoríficos."

     Na quinta-feira (18), a fisioterapeuta do Trabalho com especialização em Ergonomia Carine Taís Guagnini Benedet (de Caxias do Sul), que presta serviço para a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) e assessora o MPT na força-tarefa, também palestrou no Congresso. O tema abordado foi "A Ergonomia Além da Teoria, a Prática nas Operações da Força-Tarefa em Frigoríficos no Rio Grande do Sul, com ênfase na NR 36".

Texto: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3220-8327 | Móvel Claro (51) 9977-4286 com WhatsApp
prt4.ascom@mpt.mp.br | facebook.com/MPTnoRS | twitter.com/mpt_rs

Tags: Agosto

Imprimir