📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Lojas de Passo Fundo comprometem-se a regularizar trabalho artístico infanto-juvenil

Shopping center Bella Città, lojas e agência de modelos firmaram termos de ajuste de conduta com o MPT

     Quatro lojas do ramo de vestuário de Passo Fundo firmaram termos de ajuste de conduta (TACs) com o Ministério Público do Trabalho (MPT), comprometendo-se a regularizar o uso de trabalho infantil artístico. Os TACs decorrem de investigação sobre o uso de mão de obra infantil para a composição de “vitrines vivas” em duas dessas lojas: a Puket e a Milon, ambas do shopping Bella Città.

     Além das lojas, firmaram TAC o shopping center e a agência responsável pela ação promocional, a Costamilan Models. Após a realização de diligências, verificou-se que mais duas lojas fizeram uso de trabalho infantil para divulgação de marcas de forma irregular: Vagalume e a Lilica e Tigor, que também firmaram TAC.

     As firmatárias estão sujeitas a multa em caso de reincidência, e pagarão indenizações por dano moral coletivo em dinheiro ou revertidas em realização de campanha de combate ao trabalho infantil, composta de anúncios, displays, camisetas e posts em redes sociais. O MPT também emitiu notificações recomendatórias a 22 empresas da região, detalhando os requisitos legais, restrições e direitos para este tipo de trabalho.​

     O trabalho artístico, nele compreendida qualquer manifestação que beneficie economicamente outrem, é proibido para menores de 16 anos, salvo na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos. Entretanto, quando comprovadamente o trabalho não possa ser realizado por maiores de 16 anos, admite-se a contratação de artistas modelos ou manequins mirins com expressa autorização de seus representantes legais e mediante concessão de alvará expedido pela autoridade judicial. 

     Os TACs foram firmados pelas procuradoras do MPT em Passo Fundo Flávia Bornéo Funck, Priscila Dibi Schvarcz e Renata Falcone Capistrano da Silva​. A notificação recomendatória é parte de Procedimento Promocional sob responsabilidade da Procuradora Priscila Schvarcz​.

Clique aqui para acessar a notificação recomendatória

Texto: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi: (51) 3284-3097 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp
prt04.ascom@mpt.mp.br | www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs

Tags: Fevereiro

Imprimir