📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Mais cinco entidades são beneficiadas com destinações do MPT em Santo Ângelo

Corpo de Bombeiros (Panambi), que receberá R$ 190 mil, comprará desencarcerador, melhorando atendimento a acidentes com veículos na região

     O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Santo Ângelo destinará R$ 390 mil para cinco entidades de Panambi. O valor é proveniente de multa, paga pelo grupo Fockink por descumprimento de termo de ajuste de conduta (TAC) que regula jornada de trabalho. O principal beneficiário da destinação é o Corpo de Bombeiros de Panambi, que receberá R$ 190.716,28. O projeto apresentado pela Corporação inclui reaparelhamento emergencial para atendimento a acidentes automobilísticos, especialmente nas BRs 158 e 285.

     As outras entidades beneficiadas são o centro de reabilitação Cruz Azul (R$ 66.583,41) e as escolas municipais Bom Pastor (R$ 101.651,36), Hermann Faulhaber (R$ 14.981,00) e Princesa Izabel (R$ 16.067,95). Elas fazem parte de cadastro de entidades filantrópicas realizado pelo MPT e concluído em junho deste ano. Além do pagamento da multa, no acordo o grupo se comprometeu à regularização das infrações que deram origem à multa e de novas, constatadas recentemente, sob pena de pagamento de novas multas.

     O acordo vale para todas as empresas do grupo: A.F. Industrias e Instalações Elétricas Ltda., Fockink Indústrias Elétricas Ltda., Fockink Instalações Elétricas Ltda., e Fockink Participações Ltda. A atuação no caso foi da procuradora do Trabalho Priscila Dibi Schvarcz.

Clique aqui para saber detalhes dos projetos contemplados.

Texto: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Fixo: (51) 3220-8328

Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3220-8327 | Móvel Claro (51) 9977-4286 com WhatsApp
prt4.ascom@mpt.mp.br | facebook.com/MPTnoRS | twitter.com/mpt_rs

Tags: Outubro

Imprimir