📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Coronavírus: MPT reverte indenização paga por transportadora para iniciativas de combate à pandemia

São mais de R$ 300 mil a serem revertidos em favor de hospitais e projetos sociais de combate à fome e ao trabalho infantil

     Acordo judicial do Ministério Público do Trabalho (MPT) com a transportadora Luft, homologado nesta semana, prevê a destinação de mais de R$ 300 mil para projetos sociais e instituições de saúde. O valor decorre de ação civil pública (ACP) movida pelo MPT em 2013. Três das 11 parcelas acordadas já foram depositadas.

      A maior delas será revertida para o Hospital São Camilo de Esteio (R$ 44.425,99) para a aquisição de três monitores multiparamétricos voltados ao atendimento de pacientes com Covid-19. Projetos já beneficiados anteriormente pelo MPT também receberão parte da indenização. Iniciativa da Associação Casa da Cultura Hip Hop de Esteio receberá R$ 10.584,01 para a distribuição de mais cestas básicas e kits de higiene em sua área de atuação, que abrange nove cidades e mais de 25 bairros.

      Projeto do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional (FOGAP) de combate ao trabalho infantil utilizará parte dos valores para produção de evento em junho. Por fim, o MPT deve indicar mais iniciativas para completar a reversão dos valores da ação.

       A ACP foi ajuizada em 2013 pela procuradora do MPT Aline Conzatti. O MPT havia obtido, em 2014, liminar que sujeitava a empresa ao pagamento de multa em caso de descumprimento da legislação sobre assédio moral e descontos indevidos, e, posteriormente, indenização por danos morais coletivos pelas infrações já ocorridas, no valor de R$ 200 mil. O acordo, que encerra a ação, foi homologado pela juíza do Trabalho Valdete Souto Severo, da 4ª Vara do Trabalho de Porto Alegre. Acompanha o cumprimento do acordo o procurador do MPT em Porto Alegre Bernardo Mata Schuch, responsável pelo caso.

Ação nº 0020331-04.2013.5.04.0004

Leia mais:

21/7/2014 - Luft Logística deverá adotar medidas contra assédio moral

Texto: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Fixo Oi (51) 3284-3086 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp | prt04.ascom@mpt.mp.br
www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs | www.instagram.com/mpt.rs

Tags: Maio

Imprimir